Os grupos do tchiloli, conhecidos na ilha por tragédias, têm cerca de trinta elementos cada um, e pertencem todos a uma determinada localidade de forros (assim se chamam os crioulos nativos de São Tomé). Dentro de certos limites dramatúrgicos, cada tragédia representa uma versão própria da peça. Conforme a tradição medieval, exclusivamente os homens representam todos os papéis, inclusivamente os de mulheres. Além disso, o mesmo actor amador representa sempre a mesma personagem. Os papéis, o guarda-roupa e os textos transmitem-se no seio das famílias.

Damas

Damas

Tragédias no Activo

Lista publicada recentemente pela Direcção de Cultura de S. Tomé

  •  TRAGÉDIA  “Pioneril Boa Ventura” _ Boa Morte, Água Grande
  • TRAGÉDIA  “Mini Riboquino” _ Riboque Capital, Água Grande
  • TRAGÉDIA  “Mina Malé” _ Neves, Lembá
  • TRAGÉDIA  “Florentina de Caixão Grande” _Caixão Grande, Mézochi
  • TRAGÉDIA BENFICA  “Margarida Manuel” _ Mézochi
  • TRAGÉDIA  “Bom Sucesso” _ Oque del Rei , Água Grande
  • TRAGÉDIA  “Esperança Nova Jingubê” _ Boa Morte, Água Grande
  • TRAGÉDIA  “Formiguinha” _ Boa Morte, Água Grande
  • TRAGÉDIA  “Madrense”  _ Madre de Deus, Água Grande
  • TRAGÉDIA  “Marquês de Mantua” _ Caxoeira, Mexochi
  • TRAGÉDIA  “Africano de Cova Barro” _ Cova Barro, Mexochi
Anúncios